Menino autista escreve poema para trabalho de casa e deixa professora sem palavras!


Uma impressionante carta escrita pelo garo autista Benjamin Giroux, mexeu com a emoção de muita gente. Ele tinha como tarefa de casa, escrever um poema, e eis que decidiu contar como é a experiência vivida por uma pessoa que tem autismo. Impressionante!

A vontade de ser igual e a impossibilidade de ser, fez com que o garoto abrisse o seu coração. Foi quando ele quis se abri, sobre a sua vontade de não ser diferente. Ele num emocionante poema, relata como é ver o mundo sobre a sua perspectiva. A professora levou o texto para os pais do garoto, que se chocaram diante de suas palavras.

Veja o que dizia: 

“Eu sou estranho, eu sou novo

Eu me pergunto se você também é

Eu ouço vozes no ar

Veja mais:

E vejo que você não, e isso não é justo

Eu quero não me sentir triste

Eu sou estranho, eu sou novo

Eu finjo que você também é

Eu me sinto como um menino no espaço

Eu toco as estrelas e me sinto fora do lugar

Eu me preocupo com o que os outros vão pensar

Eu choro quando as pessoas riem, isso me faz encolher

Eu sou estranho, eu sou novo

Eu percebo agora que tu também és

Eu digo, ‘sinto-me rejeitado’

Eu sonho com o dia em que isso não importa

Eu tento me integrar

Eu espero um dia conseguir

Eu sou estranho, eu sou novo.”

O Poema escrito por Benjamin foi bastante compartilhado, inclusive a Associação Nacional do Autismo, também fez a divulgação do mesmo.

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menino autista escreve poema para trabalho de casa e deixa professora sem palavras!